Contraceptivos

No puerpério os chamados métodos

comportamentais não são recomendados,

sendo assim, temperatura basal, muco cervical

e tabelinha não devem ser utilizados.

O coito interrompido nunca deve ser

utilizado como método contraceptivo.


Os métodos de barreira (camisinhas) podem

ser utilizados com segurança, pois não

interferem com a amamentação e

protegem contra as DST/AIDS.
 
O DIU de cobre também oferece segurança

nesse período, não interferindo na amamentação

e no crescimento do bebê. É bastante eficaz e

pode ser usado por longos períodos .

A maioria dos ginecologistas faz a colocação

de seis a oito semanas após o parto.


Com relação aos contraceptivos hormonais durante

a amamentação somente devem ser utilizados os

que contêm unicamente progesterona, pois o

estrogênio interfere na qualidade e na

quantidade do leite produzido.

O SIU (que é um DIU medicado )  e o implante sub dérmico

também poderão ser utilizados.