Prevenção

A prevenção do Câncer do Colo Uterino baseia-se na educação sexual,  no  exame citológico com técnica de Papanicolaou, que  é recomendado para todas as mulheres sexualmente ativas após os 21 anos de idade .

 

Mulheres que não iniciaram a atividade sexual não estão sob risco para câncer  de colo e por isso não necessitam realizar o rastreamento. A coleta de citologia pode ser interrompida aos 64 anos, se há exames anteriores normais.

 

O intervalo entre as coletas da citologia varia entre um e três anos baseado na presença de fatores de risco, podendo ser a cada 5 anos naquelas que os exames não mostram contaminação pelo HPV.. Nas mulheres acima de 30 anos pesquizamos o HPV, e caso esteja ausente, e a mulher não tenha passado de doença induzida pelo virus poderá fazer o acompanhamento em tempo mais longo.

 

A maior parte das mulheres infectadas pelo HPV não apresenta sintomas clínicos e, em geral, a infecção

regride espontaneamente sem nenhum tipo de tratamento. 

 

A principal via de transmissão do HPV é através do contato sexual.

 

Já existem  vacinas contra o HPV. Elas são seguras e eficazes e já fazem parte do calendário oficial de vacinação nos Sistemas de Saúde.  A Sociedade Brasileira de Imunizações recomenda que a vacina seja administrada o mais precocemente possível, preferencialmente em meninas de 11 e 12 anos, mas mulheres em outras idades e homens também se beneficiarão de seu uso.

 

 

Mesmo as meninas vacinas deverão continuar fazendo o exame de prevenção,  pois  alguns tipos do HPV  não são suscetíveis às vacinas